Não, meu amigo. Ela não é mal comida

Para começo de conversa, ela não é mal comida apenas por que não quis te dar. É muito importante desfazermos nossa pele do preconceito e analisar de onde vem essa ideia fugaz de que mulher mal-humorada é mal comida. E você, quando tá na merda, mal com alguma coisa, você fala que tá mal comido? Então para começo de conversa, vamos entender que as necessidades são aquém do gênero. Pense em analisar os problemas das pessoas desprovidos de envolvimento sexual, afinal, esse tempo de mulher reprimida e agoniada por falta de sexo, é coisa do início do século passado.

Se você pensar nisso, acho que você então, quando fica três, quatro meses tentando desenrolar uma ficada com uma mulher, você está no seu nível mais hardcore do status de mal-comido. Bem, pensando por esse lado, é hora de você pensar em mudar a forma de abordar as mulheres e não jogar a culpa da sua incompetência sentimental. Que tal então pensar no que elas gostam?

Descubra um pouco do mundo feminino!

Então para você parar de uma vez em tratar a mulher, seja ela sua ficante, namorada, mãe ou a tia da padaria como uma qualquer, pense que todas elas só querem direitos iguais, tratamento cordial e vida plena. Na sua próxima abordagem que tal lembrar que o mundo não gira entorno do seu pênis e que a vida não é uma trama sexual e elas não estão no mundo apenas para satisfazê-lo. Uma dose de romantismo e boa educação garantem a sua reputação, por exemplo, sua dignidade diante de um não. Afinal, como já falamos, ela não é obrigada a ficar e muito menos ir para a cama contigo.

Se você se deparar com uma mulher passando por um momento ruim, pense, ela pode estar igual a você. Ela pode está muito melhor que você, no que tange a vida sexual e, mesmo sozinha, ela pode estar melhor com as mãos delas do que com o seu falo egoísta de 150 centímetros. Procure escutar mais, mulheres de verdade não gostam de caras que contam vantagem, e que ficam contando para a galera que a fulana é uma gostosinha. Meu amigo, quem fica quietinho não abre margem para a concorrência. Nossos próximos textos vão abordar truques e dicas para você se dar melhor ao lado de uma dama de verdade. E lembre-se, elas preferem ser reféns de suas mãos do que do seu machismo sem sentido.